A sociedade foi constituída em Tomar em Abril 1973 por José Rosa Marante, Manuel António Marques e José António Nunes, tendo por objecto a indústria de canalizações e o comércio de materiais de construção civil. A empresa iniciou a sua actividade sob a firma MARANTE, MARQUES & NUNES, LDA. numa loja na Rua Amorim Rosa, n.º 24 - 28, em Tomar, local onde ainda hoje mantém a sua sede social.

 Os sócios Manuel António Marques e José António Nunes abandonaram a sociedade em Abril de 1977, mediante cessão de quotas efectuada a favor do sócio fundador José Rosa Marante e de Maria Ferreira Sousa da Costa Marante, mulher deste, ficando a empresa concentrada, desde então, neste núcleo familiar.

Em 1986 foi construído o salão de exposições e um armazém para materiais de construção com 1607 m2 de superfície coberta, na localidade de Carvalhos de Figueiredo, na periferia de Tomar. Essas instalações foram abertas ao público em Abril desse ano, mantendo-se ainda hoje em pleno funcionamento .

Em 1987 a empresa associou-se a nove conceituadas sociedades do sector do comércio de materiais de construção, geográfica e estrategicamente distribuídas pelos principais distritos do país, fundando a EMACOR - Empresas de Materiais de Construção Reunidas, Lda., com sede em Coimbra, consistindo esta numa central de compras para em grupo serem obtidas melhores condições na aquisição de produtos.

Nos anos de 1994 e 1995 a empresa foi distinguida com o prémio PME PRESTIGE do IAPMEI e em 1997 e 1998 e 2001 com o prémio PME EXCELÊNCIA COMÉRCIO da mesma Instituição, e em 2008 foi reconhecida como PME LIDER.

No ano de 2001 procedeu-se à alteração da primitiva denominação social de Marante, Marques & Nunes, Lda. para a actual MARANTE - MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO E DECORAÇÃO, LDA. De salientar que, ainda no ano de 2001, a empresa passou a comercializar materiais de construção destinados a ser aplicados nas várias fases da obra, desde o seu início (cimentos, areias, britas, telhas e tijolos), passando pelos artigos para canalização e por outros mais específicos virados para a gama profissional da construção, até à fase de acabamentos, com os materiais mais nobres e que representam o maior volume da sua actividade (azulejos, pavimentos, louça sanitária).

A empresa conta actualmente com 42 trabalhadores ao seu serviço, distribuídos por três estabelecimentos. Procurando dar resposta às necessidades do mercado, a empresa tem procurado proceder a uma modernização constante no plano tecnológico, estrutural e funcional.


Junte-se a nós no Facebook